Óleo de Coco
3 de janeiro de 2019
Colágeno UC-II
23 de dezembro de 2018

Morosil - Até 50%* menos barriga e 100% mais felicidade!

*Baseado em estudo realizado para avaliar a eficácia do estrato moro na neutralização do ganho de peso e do acúmulo de gordura.

Agora é possível entrar em forma em qualquer hora e em qualquer lugar com Morosil®.
- Antocianinas - Flavonoides - Ácidos hidroxicinâmicos - Ácido ascórbico
Dosagem atual: 400mg a 500mg/dia

O Morosil® é um extrato seco padronizado obtido a partir do suco de laranja vermelha Moro (Citrus Sinensis (L) Osbeck), fruta cítrica encontrada principalmente no lesta da Sicília (Itália), devido às únicas condições climáticas e ambientais da região.

A polpa da laranja Moro apresenta uma coloração vermelha intensa, um tom que não é usualmente encontrado em outras frutas cítricas. Essa cor é garantida pelo pigmento hidrossolúvel antocianina, o qual não está presente nas laranjas amarelas. Além desta diferença, sabe-se que as laranjas vermelhas também possuem maior teor de vitamina C e compostos fenólicos do que as amarelas.

A laranja Moro é um importante componente da Dieta do mediterrâneo e é usada há muito tempo na medicina por seus efeitos protetores à saúde, particularmente no tratamento de dor de garganta e tosse, sugerindo uma potente atividade anti-inflamatória. Hoje seu extrato seco tem exibido propriedades biológicas interessantes e é considerado um sumplemento alimentar com grande potencial antioxidante. Os compostos bioativos da laranja Moro são principalmente: antocianinas, carotenoides, flavonoides, ácidos hidrocinâmicos e ácido ascórbico.


Trabalhos recentes têm mostrado o papel do suco de laranja vermelha no tratamento e prevenão da obesidade, resistência à insulina e doenças correladas (especialmente esteatose hepática e doença cardiovascular).

O suco de laranja Moro em animais diminui os níveis plasmáticos de triacilgliceróis e colesterol total, aumenta a sensibilidade à insulina, além de diminuir o ganho de peso (quando estes são submetidos a dietas hipercalóricas) e o tamanho dos adipócitos. Sabe-se que a hipertrofia dos adipócitos é um mecanismo presente na obesidade e que, por gerar hipóxia tecidual, está associada com o desenvolvimento de inflamação e resistência à insulina sistêmicas.

O suco de laranja Moro, ao diminuir o tamanho dos adipócitos, reduz a hipóxia no tecido adiposo e controla os processos inflamatórios envolvidos com a resistência à insulina. Além disso, esse suco parece tratar também a esteatose hepática em animais, por aumentar a expressão de genes lipolíticos e diminuir a expressão de genes lipogênicos no fígado.

No fígado, o suco de laranja Moro diminui a expressão de genes envolvidos com a síntese detriacilgliceróis, como LXR e FAS e reduz a forma significativa a lipogênese. Além disso, os compostos bioativos de suco também aumenta a oxidação de gorduras via mecanismos dependentes de PRAR. O resultado dessa modulação na expressão gênica é uma melhora significativa do acúmulo de gordura no fígado e uma redução nos níveis sanguíneos de triacilgliceóis.

No Tecido Adiposo, a associação de sinefrina e C3G aumenta a atividade da enzima lipasehormoniosensivel (HSL), contribuindo para uma lipólise. Os outros compostos fenólicos do suco de laranja Moro contribuem para a redução da inflamação e estresse oxidativo (EO), eventos que estão associados com a hipertrofia dos adipocitose adipogenese.

Em humanos, o suco de laranja vermelha reduz as concentrações sanguíneas de citocinas, endotoxinas, PCR-US, lipoproteína de baixa densidade (LDL), bem como melhora a dilatação mediada pelo fluxo, o perfil de coagulação e os níveis séricos de vitamina C e ácido fólico.

Acredita-se que grande parte desses efeitos na laranja vermelha na obesidade sejam mediados pelas antocianinas (especialmente a C3G) e seus metabólicos, como ácido precatecuico. Entretando também sabe-se que esses antioxidantes têm seu efeito amplicado pelos outros compostos presentes na laranja Moro.

Sendo assim, o Morosil® é um importante nutracêutico no tratamento da obesidade e suas complicações. Ele pode ser usado na forma de suplementos dietéticos em cápsulas ou sachês na dosagem de 400 mg a 500 mb/dia. O horário de administração pode ser tanto junto às refeições como nos intervalos delas.