O que é Homeopatia?

Homeopatia (do grego homoios, semelhante + pathos, doença) é um termo criado pelo médico e químico alemão Christian Friedrich Samuel Hahnemann (1755-1843) que designa um método terapêutico cujo princípio está baseado na Similia similibus curantur, cujo significado, os semelhantes curam-se pelos semelhantes. Seu sistema de atuação dá-se quando uma substância que em seu estado natural provoca sintomas ao organismo vivo, uma vez administrada em dose homeopática, torna-se combatente dos mesmos sintomas.

Homeopatia é fitorerapia ou naturopatia?

Comumente a homeopatia é confundida com a fitoterapia, florais, naturopatia ou com compostos hibrídos (naturais e químicos) usados em suas formulações. Todos esses métodos terapêuticos são totalmente diferentes da homeopatia, e esclareceremos suas principais características distintas em tópicos abaixo.

Tratamento Homeopático

O tratamento homeopático consiste em fornecer a um paciente sintomático doses extremamente pequenas dos agentes que produzem os mesmos sintomas em pessoas saudáveis, quando estas são expostas a quantidades maiores. A droga homeopática é preparada em um processo chamado dinamização, consistindo na diluição e sucussão da substância em uma série de passos criteriosos.

Quais são os três níveis energéticos, segundo a homeopatia?



Nível físico: é tudo o que está representado no nosso corpo: células, tecidos, órgãos e sistemas. É o nosso corpo propriamente dito e onde se manifestam os sintomas de desordem na nossa integridade e funcionalidade biológica.

Nível emocional: é tudo o que diz respeito ao que manifestamos através da nossa vontade, afetividade, sentimento e emoção, como o amor, a paixão, a tristeza, a raiva, o ciúme, o medo, as atitudes e comportamentos pertinentes ao relacionamento com o nosso semelhante, conosco e com o habitat em que vivemos. São reações provocadas por aquilo que sentimos e àquilo que nos provoca a sentir de forma consciente.

Nível mental: é tudo o que diz respeito ao nosso sistema de automatização, tanto biológica como intelectual, e que não passa pelo nosso raciocínio consciente. Muitas são as situações a que reagimos, emocional, intelectual ou biologicamente, de uma tal forma que não sabemos o porquê e para as quais parece não haver uma explicação lógica, seja para nós mesmos, para a sociedade ou para a medicina. É no nível mental que um indivíduo pensa, imagina, critica, compara, calcula, classifica, cria, sintetiza, conjectura, visualiza, planeja, descreve, comunica-se etc. As perturbações dessas funções, por sua vez, constituem sintomas de doença mental.

Como utilizar uma homeopatia?

Consulte o homeopata que a prescreveu. Este profissional é o melhor instrumento entre você e sua homeopatia, afinal, ele é o responsável pelo seu tratamento. Toda e qualquer informação e orientação, quando obtidas diretamente da fonte, podem possuir um maior grau de confiabilidade.

Por que consultar um homeopata?

Muitas doenças tornam-se de difícil resolução devido ao tempo perdido em tratamentos ou em automedicação que "empurram com a "barriga" sua doença.

As informações neste site são suficientes?



De forma alguma. As informações aqui disponibilizadas são meros resumos extraídos de várias obras, para atender a necessidade pública de acesso às informações sobre os medicamentos homeopáticos.

Posso enviar um e-mail pedindo uma homeopatia para tratar a minha doença?



prescrição de um medicamento é uma atividade médica, assim como de suas subáreas, como a odontologia e a veterinária. O farmacêutico orienta dentro de suas atribuições e trabalha para que o medicamento seja manipulado com a mais rigorosa metodologia em vigor.